Alvará para Heliponto em São Paulo: Como Conseguir?

heliponto em são paulo

O Heliponto é o local de decolagem e aterrissagem de helicópteros. Poucas pessoas sabem, mas para o local funcionar é necessário a obtenção de um Alvará para Heliponto em São Paulo. Então, aqui nós te contamos tudo sobre a emissão desse documento. Continue a leitura e saiba mais!

Como regularizar heliponto em São Paulo?

Desde 2009 é autorizado por lei a instalação de helipontos pela cidade de São Paulo. Porém, nessa lei há todas as normas para que a instalação ocorra de forma segura e legal. Dessa forma, para a obtenção do Alvará, o processo passa pela Prefeitura e os documentos necessários para o protocolo são:

  • Autorização da ANAC ( Agência Nacional da Aviação Civil);
  • Autorização do COMAER (Comando da Aeronáutica do Ministério de Defesa);
  • EIV (Estudo do Impacto de Vizinhança) emitido pela Secretaria do Verde e Meio Ambiente.

Parece um pouco complexo conseguir esses documentos, né? Então, contrate uma empresa para te auxiliar em todo esse processo evitando o indeferimento dele. 

Como funciona o heliponto?

O Heliponto é um local destinado apenas para helicópteros, então, é nele que ocorre toda decolagem e aterrissagem. Assim, é importante lembrar que um heliponto é diferente de um heliporto, nele não há nenhuma instalação de pátios e hangares para estacionamento ou manutenções.

É importante lembrar que um heliponto é diferente de um heliporto. Assim, o heliporto é um local com suporte para manutenções, carga e descarga de itens e passageiros. O heliporto é um heliponto maior e preparado para para atender possíveis necessidades do helicóptero.

Quais são os tipos de helipontos?

H: Heliponto liberado para uso comercial, público;

P: Heliponto Particular, para uso privado;

Heliponto Hospitalar: Para uso de hospitais e emergências;

Militar: Para uso de helicópteros militares;

Heliponto com números: Para uso de emergências hospitalares.


E aí, conseguiu entender sobre o alvará para heliponto? Então aproveite para conferir também SPDA: O que é?  Até o próximo post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *